Desdobramentos

Ruga na testa [...] Raiva, dúvida, espanto

Bainha da calça [...] Medida de crescimento, cofre de poeira, alinhavo

Dobradiça de porta [...] Suporte borboleta, poder de soltura, barulho

Prega de saia [...] Camadas de mistério, dança de mostra-esconde, desejo

Aba de envelope [...] Porta para a saudade, enlevo

Joelhos na Missa [...] Ofertas interessadas, desculpas tardias, pecado

Degraus de escada [...] Elevação física, ascensão humana, esforço

Tempo/Espaço [...] Uni-verso sem/com sentimento, dobra-se à próprio gosto.


Por Adriano Antunes

1 comentários:

Walderes disse...

O que me fascina nestas espécies de dicionários poéticos é a capacidade de surpreender, evocar imagens e mobilizar o leitor para a co-criação. Texto lindo! Obrigado...

Walderes disse...

O que me fascina nestas espécies de dicionários poéticos é a capacidade de surpreender, evocar imagens e mobilizar o leitor para a co-criação. Texto lindo! Obrigado...